Livro da Fábula fala-nos sobre memória, exílio e herança

Todas as famílias têm objetos que encerram memórias, seja de pessoas, seja de momentos. Não sendo objetos de valor material, mas de valor sentimental, muitas vezes despertam a curiosidade dos mais novos. Mas a sua história nem sempre é contada, e o sentido da sua preservação só vai sendo revelado aos poucos. É disto que nos fala a obra “A Colher”, da escritora argentina Sandra Siemens e da ilustradora espanhola Bea Lozano.
Esta premiada obra é particularmente tocante para leitores cujas famílias tiveram de migrar, mas convida-nos, a todos, a partilhar histórias e memórias. E estas podem estar guardadas nos mais simples objetos.

Sinopse:
O que faz na gaveta dos talheres uma colher que não pode ser usada? Talvez esteja só à espera de alguém que conte a sua história. Além de utilidade prática, alguns objetos têm histórias secretas, que vão passando de geração em geração, alimentando o seu valor afetivo e criando elos que duram para sempre.

Título: “A Colher”
Autoras: Sandra Siemens (texto) e Bea Lozano (ilustrações)
Editora: Fábula

Mais histórias
Obras teatrais de Manuel António Pina para crianças agora em livro